quarta-feira, agosto 13, 2008

Isabelle/ELC à volta do mundo - parte I


Ljubljana - Julho 2008

Sendo a problemática da Couve uma questão global, o Exército de Libertação da Couve (ELC) acordou em Comité Central por semi-unanimidade (foi a modos que notada a ausência do Comandante Zé Tó, que estava de ressaca pois havia-se deslocado na véspera às festas da terra em Figueiró dos Vinhos com o intuito de beber dos mesmos) que a acção do ELC terá necessariamente que ser global. Assim, ficou definido em acta e num guardanapo a preparação de vários atentados terroristas à base de couve, vinho verde tinto e pós-roque dadaísta, com vista a libertar o planeta Terra e a terceira lua de Saturno da opressão da pêra-abacate e do Richard Clayderman.
A primeira acção do ELC foi realizada na capital da Eslovénia, cidade com nome bonito de se dizer com o copo, sobretudo se não se souber que o j se lê i.
Isabellianos do mundo uni-vos!
Tenho dito!
Afinal não! Ainda vem aí o post scriptum...

P.S.R. Convidamos os militantes de base a enviarem as vossas fotos e provas de atentados descentralizados do ELC , assim como a formarem células terroristas por esse mundo fora, do Tovim a Trinidad e Tobago, da Rocha Nova ao Botswana!

3 comentários:

jacaré disse...

O Partido de Libertação do Fundão (PLF), na minha pessoa (Mokhtar Al Meyda), vem por este meio exultar perante tamanha acção ELCiana, mostrando-se totalmente disponível (e broche) para se juntar ao vosso mui honrado e corajoso grupo de guerreiros e o caralho.

abraço desde as cavernas da Gardunha!

Del Giorgio disse...

gosto muito

jacaré disse...

eu gosto de cona. até já vi umas na trovisão.